Para um coração que quer ser amado por outro coração!

Postado por Mila Orrico

Olá Pessoas Agradáveis!

Se você é daquele tipo de gente que não acredita em Príncipe Encantado ou acha que amar com a mesma intensidade é impossível, nem termine de ler esse post, essas palavras ainda não são para você! Algumas pessoas nunca viram o mar, mas nem por isso deixam de acreditar que ele exista.

O autor de livros de auto-ajuda Augusto Cury diz, com propriedade, que nós não tropeçamos nas grandes montanhas, mas sim nas pequenas pedras. E eu tenho aprendido que a felicidade de um casal depende muito mais dos detalhes do dia-a-dia do que das “grandes atitudes” que ocorrem apenas ocasionalmente, ou seja, a gente tem que prestar muita atenção para não tropeçar nas pequenas pedras que aparecem com o convivio diário.

Essencial x Complemento

As rosas no aniversário, o presente de dia dos namorados, e a viagem no fim de semana dão prazer a um casal, mas não por longa data se o relacionamento for apenas isso. Nós adoramos essas coisas porque elas realmente são muito importantes, mas a satisfação que ela nos dá é transitória. Estas são coisas que fazemos a mais, como complemento, são como a sobremesa, que serve para agradar o paladar, mas não dá sustância.

No Amor há de se ter constância. Se o carinho, se a cumplicidade, e principalmente se a paciência não forem uma atitude constante, um hábito, todo prazer que temos com esses complementos dura apenas por alguns momentos, não geram satisfação a longo prazo. Daí é que surgem as cobranças, que só pioram as coisas!

Especialmente comigo e meu esposo as pequenas gentilezas fazem toda a diferença na vida de casal. O “Bom Dia” de cada nova manhã, a frase “Eu te amo” dita com sinceridade (algumas pessoas dizem “eu te amo” da mesma forma corriqueira e habitual com que dizem “alô”), a atenção que se dá as palavras de desabafo do outro (mesmo que você não concorde), estas e muitas outras pequenas e boas atitudes renovam e fortalecem de forma natural a nossa vida a dois.

Cada momento pode ser o último

Quando entendemos que o amanhã pode não existir mais, a gente acaba aprendendo que cada momento que podemos estar juntos é muito precioso. Brigar por coisas frívolas como a ligação que a pessoa não atendeu, ou a pasta de dente que não foi fechada nos faz perder um tempo enorme, que poderíamos aproveitar sendo mais felizes com quem amamos.

Eu sempre deixo a toalha molhada em cima da cama, e Angelo esquece as luzes acessas, mas a gente não briga por isso, ele simplesmente estende a toalha que eu deixei lá, e eu apago a luz, pronto! Óbvio que há certas coisas que incomodam, irritam e nos perturbam. Mas neste caso, isso é um problema MEU, e não do outro. O outro pode sim lhe ajudar, se você conversar com ele (tem que falar porque ninguém é advinha!), mas as sensações de fúria devem ser trabalhas por você!

Um bom acordo de convivência é sempre conversar sobre o que está incomodando (falar, não gritar!), e sem essa de “meu bem precisamos conversar”, porque isso é um saco, eu tô falando de falar sobre o que está sentindo de forma natural mesmo, como se fala do filme que você gostou ou de uma festa legal que vai acontecer. Porque quando você começa a guardar as coisas acaba criando uma bola de neve que um dia vai desabar. Uma coisa comum nos relacionamentos é a situação retratada por Rosana Braga, quando ela fala sobre esse grande problema dos relacionamento, a comunicação:

…Um fala, mas o outro não escuta; ou ainda, um não fala e o
outro tira conclusões sobre este silêncio, mas também não expõe o que
está concluindo. Tem também aqueles que falam e o outro escuta como
lhe convém, interpretando de forma ofendida, rancorosa e unilateral.
Tem de tudo, mas raros são os que se mostram por inteiro, sem
parcialidades e conveniências, numa reciprocidade delicada e divina.

– Rosana Braga

Dividir os problemas é multiplicar as alegrias

Há muito mais além das coisas que podemos tocar. As atitudes é que fazem a diferença no dia-a-dia. Claro que temos problemas, mas quando você se permite ser cúmplice do outro, você compartilha as suas necessidades e procura dar atenção as do outro. E com paciência a gente resolve tudo, juntos.

Certa vez e eu Angelo estávamos conversando sobre felicidade e ele comentou sobre um pensamento de Einstein :
“A felicidade não se resume na ausência de problemas, mas sim na sua capacidade de lidar com eles.”

Ter problemas é algo natural, como cortar o cabelo e acordar cedo, faz parte da vida, todos temos que  lidar com eles, todo mundo tem problemas, portanto entenda que reclamar e se sentir vítima o tempo todo não vai resolver nada. Eu observei em alguns relacionamentos afetivos, que, as vezes, quando um está com problemas tende a “descontar” tudo no seu par, só que é justo destratar a pessoa que mais te ama por causa de problemas que não foi ela quem criou? NÃO! Eu tenho visto por aí tanta gente que trata as pessoas menos íntimas muito melhor do que as pessoas que “ama”, e nem se dá conta! Depois toma um pé na bunda e também nem imagina o porquê!

Quando entendemos que ter problemas é natural, ou seja, que faz parte da vida, fica mais fácil criar o hábito de resolvê-los sem transformá-los em motivo de aflição, nem pra sí nem para as pessoa que você ama. Dividir os problemas não é atormentar a vida do outro, é pensar numa solução de forma conjunta. E quando ele for resolvido a alegria será dobrada, porque será uma alegria para os dois.

Se não aguenta, pra que veio?

Mas, se você ainda não tem a capacidade de enfrentar problemas, e compartilhar sua vida “com alguém”, também não há como ser feliz “com alguém”.

Aí temos as pessoas que têm relacionamentos que nunca dão certo, e passam a acreditar que as pessoas é que não prestam! Contra fato não há argumento. De nada adianta o vento estar a favor se não se sabe pra onde virar o leme. Se você tem alguém ao seu lado e o trata apenas como saco de pancadas para aliviar seu estresse, ou desafogar apenas suas mágoas, e sequer consegue dar atenção ao outro quando é ele quem precisa desabafar, ou quando é ele que está carente,você precisa mesmo namorar muitas pessoas erradas pra dar valor quando encontrar a certa.

Se você quer dividir o tempo em partes iguais, para seus amigos, seu trabalho, seus hobbys e todas as milhares de coisas que você não consegue dar conta em 24 horas, e ainda ser o Amor de alguém, lembre-se sempre que quem não dá assistência, perde a preferência e dá lugar pra concorrência! E nem adianta ficar dizendo que “vai compensar” o tempo perdido, ou dizer a bela asneira “já fiquei com você o dia todo, agora vou sair com meus amigos”, porque preencher e satisfazer um coração requer muita dedicação e muito tempo!

Resumindo

Por hora, eu sou uma mulher realizada afetivamente, e tenho aprendido que enxergar meus erros, principalmente ouvindo, de forma suscetível, as críticas vindas das pessoas que eu amo, e buscar a minha própria mudança, é o primeiro passo pra ser feliz em qualquer relacionamento.

A felicidade de casal depende dos dois, uma andorinha só não faz verão, tem que ser bom pros dois! Mas, se o relacionamento não deu certo, o importante é não desistir. Se o sonho acabou, não se preocupe, procure em outra padaria.

Ser amado é um sonho possível sim, se você estiver disposto a amar.

Anúncios

6 comentários sobre “Para um coração que quer ser amado por outro coração!

  1. Minha irmã, muito lindo tudo que vc escreveu, mas de tudo isso sabe o que achei mais incrível?

    A sua verdadeira inspiração…suas palavras são tão belas, tão puras, porque é verdadeiro é de coração e é o que vc vive. Que Deus abençoe vc’s minha irmã e que vc’s nunca percam a felicidade dos pequenos detalhes do dia-a-dia.

    Bjos, saudades!

  2. Amiga, meu amor!

    As suas palavras tocam no coração. E saber o quanto você e o Angelo tiram essas pequens “coisas” de casal de letra é sensacional…
    Muitos casais que conheço brigam por pequenas coisas. A toalha molhada na cama, luzes acesas…etc.
    Não sei como me sairei como esposa…Mas pelo menos fome ele não vai passar, pois de comida eu entendo…rs
    Peço à Deus que ele me abençõe com um homem, que me respeite e me ame acima de tudo, até suportar os meus defeitos…Pois ninguém é perfeito, só Jesus.

    Irei aprender com suas palavras, e levarei – as comigo.

    Te amo ^^

  3. mille, vc e millhoes de vezes mil.
    vc merece toda a felicidade do mundo, pois es amiga sincera e muito amavel com todas as pessoas.
    voces dois formam o casal mil da nossa casa da fraternidade.
    muita paz e saude pra vcs e que os espiritos de luz, estejam sempre ao seu lado.
    muita paz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s